BRANDING
26.09.2020

Branding – Estratégia, posicionamento digital, autoridade, comunidade… Quem gosta e/ou trabalha com internet foi sufocado por todos esses temas durante o período de quarentena. Dicas de como chegar ao topo, conquistar seguidores, obter sucesso, fórmulas e mais fórmulas! Elas funcionam? Sim, desde que você responda a principal pergunta: Quem é você?

A verdade é que provavelmente você já faz o que chamamos de branding pessoal. Talvez só precise refinar um pouco, é o que está acontecendo comigo agora. Branding possui várias definições, a que eu mais gosto até agora: é o que falam de você quando você não está por perto.

Parece importante? É porque é! Ter um branding bem construído é muito importante para termos uma audiência e parceiros que se identificam com o nosso próposito. Quando falamos sobre marca, é comum pensarmos na forma visual: a logo bonita, a fachada da sua loja ou o tão sonhado cartão de visitas. Isso tudo é, sem dúvidas, branding, afinal de contas, uma outra definição é: marca como todo, conjunto de estratégias. Mas não é o mais importante.

Ter uma boa marca significa que você é visto como autoridade em um assunto, ou seja, as pessoas pensam em você ou te procuram quando se trata de determinado nicho. Antes de chegar na parte visual, eu me fiz algumas perguntas, talvez você deva também.

QUEM É VOCÊ?

Autoconhecimento é um ótimo inicio. Eu fiz análise de perfil comportamental, mas também tracei caminhos mais simples, como por exemplo, listar minhas três maiores qualidades. A análise me ajudou em outras questões importantes, tipo descobrir no eu me destaco.

Tenho o blog há seis anos e já abordei vários assuntos: literatura, papelaria, lifestyle, cabelo… O que eu fiz, foi tentar reduzir ao máximo os meus nichos até encontrar um denominador comum. No meu caso, eu sempre falei sobre vários assuntos, mas como? Escrevendo.

A escrita é minha área de expertise, é o que eu mais gosto de estudar e é o que reflete em outras áreas da minha vida: eu curso jornalismo, escrevi dois livros e as pessoas na rua me reconhecem como escritora.
Claro que eu posso e devo ter outras coisas nas quais eu sou boa, mas escrita é o principal.

QUAIS SÃO OS SEUS OBJETIVOS?

Depois de descobrir suas qualidades, no que você se destaca e os sentimentos positivos que você cultiva nos outros; é legal pensar onde você quer chegar. No meu caso, meu objetivo é atender pequenas e médias empresas que buscam o melhor retorno financeiro através de um parceiro com credibilidade e que o ajude a realizar os seus sonhos de negócio.

Para isso, eu listei as minhas características de maior destaque, profissionalmente falando. Aqui se confunde um pouco com os valores da sua marca. É interessante ser autocrítico e então avaliar os pontos que você pode melhorar, o que você pode ensinar para as pessoas e o que faz com que elas se lembrem de você.

QUAIS SÃO OS SEUS VALORES?

Quando falei no começo do post sobre a importância de atrair parceiros e ter uma audiência alinhada com o que você se identifica, eu estava falando sobre os seus valores. A construção do seu branding começa aqui, então é essencial que você seja honesto sobre o que você defende, pois é aqui que se cria a conexão com sua audiência.

Aqui está uma listinha de valores para serem reduzidos a cinco:

Então,acho que dei bastante para vocês pensarem.
Você consegue responder essas perguntas sobre branding pessoal?

Me segue no instagram? Até a próxima!

2 comentários

  • Avatar Talita disse:

    Interessante demais! vc arrasa!

  • […] E então os demais usos de cores para a minha logo! Gostaram de acompanhar o processo? Que tal ler um pouco mais aqui. […]

  • Deixe seu comentário

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    @lumanunesblog