TETO PARA DOIS
12.04.2020

TETO PARA DOIS (THE FLATSHARE)
Autor: Beth O’Leary
Editora: Intrínseca
Páginas: 400
Sinopse: Eles dividem um apartamento com uma cama só. Ele dorme de dia, ela, à noite. Os dois nunca se encontraram, mas estão prestes a descobrir que, para se sentir em casa, às vezes é preciso jogar as regras pela janela.

Três meses após o término do seu relacionamento, Tiffy finalmente sai do apartamento do ex-namorado. Agora ela precisa para ontem de um lugar barato para morar. Contrariando os amigos, ela topa um acordo bastante inusitado.

Leon está enrolado com questões financeiras e tem uma ideia pouco convencional para arranjar dinheiro rápido: sublocar seu apartamento, onde fica apenas no período da manhã e da tarde nos dias úteis, já que passa os finais de semana com a namorada e trabalha como enfermeiro no turno da noite. Só que tem um detalhe importante: o lugar tem apenas uma cama.

Sem nunca terem se encontrado pessoalmente, Leon e Tiffy fecham um contrato de seis meses e passam a resolver as trivialidades do dia a dia por Post-its espalhados pela casa. Mas será que essa solução aparentemente perfeita resiste a um ex-namorado obsessivo, uma namorada ciumenta, um irmão encrencado, dois empregos exigentes e alguns amigos superprotetores?
Nota: ♥♥ (de cinco)

Sobre a história

Teto Para Dois é uma comédia romântica e eu logo fui ficando animada porque olha só! É um dos meus clichês favoritos, basicamente um: puts, estamos presos nessa casa e só tem uma cama…

Tiffy está saindo de um relacionamento abusivo e precisa urgente sair da casa do ex-namorado para um lugar barato. Esse lugar é o apartamento do Leon, ou melhor a cama dele que não é usada durante a noite graças aos seus plantões noturnos no hospital.

Tiffy precisa economizar para quitar uma dívida com o ex-namorado e Leon precisa da grana pra pagar o advogado do irmão preso injustamente. Win-win.

Se eu pudesse dizer do que esse livro se trata, eu diria que é sobre as diversas formas de relacionamento ou pelo menos, poderia ser… 🙁

O QUE EU ACHEI DE TETO PARA DOIS

Teto Para Dois foi o livro de março do clube do livro e pasmem, eu que escolhi e por culpa de vocês! Eu não aprendo, né? Porque eu vivo dizendo que odeio expectativas sobre as coisas e toda vez que tem um alvoroço em volta de algo, eu vou lá.

Tudo começou dar errado logo no começo porque achei os protagonistas MUITO folgados. E já que estamos falando sobre eles, eu demorei um pouco pra entender porque não fui cativada e o motivo é: eles são muito extremos.

A Tiffy tem aquela personalidade esquisita, atrapalhada e engraçadona que por algum motivo TODO MUNDO, sim, TODO MUNDO ama.
O Leon é completamente o oposto, ele é introspectivo, mas por algum motivo, todo mundo acha o cara boa praça.
Os demais personagens seguem essa mesma fórmula: a amiga super sincera, o amigo muito sensato, o namorado escroto, o irmão bad ass porém de coração bom.

E as relações na história foram desenvolvidas num estalar de dedos. Isso me incomodou muito, as pessoas conviviam por cinco minutos e então BUM melhores amigos. Para um livro de 400 páginas, chega a ser desesperador.

VOCÊ PODE GOSTAR DE A DISTÂNCIA QUE NOS SEPARA

Foi muito triste porque a escritora escolheu temas muito legais a serem trabalhados, os mais relevantes: relacionamento abusivo e uma prisão injusta. E ela resolveu fazer NADA sobre isso. Até o relacionamento abusivo que parecia óbvio terminou de uma forma lunática.

O que eu gostei então? Eu realmente achei que o casal não tinha química, mas eu amava a forma como o Leon tratava a Tiffy, no sentido de ela não estar pronta para transar e ele ficar ok, respeito e entendo, mas saiba que eu to querendo. Digo isso porque normalmente nesse gênero, o cara vira um santo…
Ah outra coisa, os problemas não desapareceram de forma mágica, o famoso o boy me curou. Nada disso, foi terapia <3

Então, se você gostou, me conta nos comentários o motivo 🙂
Beijos e até a próxima!

4 comentários

  • Luma vc cortou metade do que queria dizer sobre esse livro só pra não falar mal demais hahahahaha meu deus as visões são diferentes mesmo, mas você está bem certa no que disse.

  • Avatar Bárbara disse:

    Sou obrigada a concordar com seu ponto de vista, mas confesso que pra mim foi uma leitura muito gostosa, apesar dos pesares hehehe 😂

  • Deixe seu comentário

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    @lumanunesblog