UM TEXTO FORÇADO
13.07.2022

Um texto forçado – Estou escrevendo esse texto sem vontade nenhuma, depois de ter passado cinco minutos olhando pra um ponto fixo e nenhum pensamento vir a mente. Mas é necessário. Pra mim e espero que pra você também, perdão se parecer desconexo.

Nos últimos anos, tenho experimentado coisas que me transformaram e sinto que me perdi no processo. Sabe quando parece que não foi gradual? Tenho a sensação de que dormi e acordei completamente diferente. Fui de uma pessoa que amava ler e escrever pra uma pessoa que ignora isso.
E agora sinto saudade de mim.

Sinto saudades de ficar em casa sábado à noite, de não ser tão preocupada com a aparência, de trabalhar com algo que eu gosto, de escrever, de ler, de fazer bullet journal. Sinto saudades de viajar, de ter um parceiro, de não ter ressaca.

Por um momento, achei que estava sendo imatura, que realmente está na hora de crescer, afinal, os fios brancos chegaram antes dos trinta – que também se aproxima com uma velocidade avassaladora.
Mas o que é crescer?
A essa altura do campeonato, eu me imaginava casada com pelo menos dois filhos, formada, entre outras coisas e simplesmente me tornei um grande vazio. Crescer é só prosperar? O sofrimento diminui? Honestamente não sei. Não sei se é possível voltar a ser quem se era, não sei se essa saudade absurda é luto pelo o que foi e que não tem mais volta… Mas estou disposta a tentar.

Vou respirar fundo, escrever até voltar a soar natural, me rematricular na faculdade, ficar em casa com mais frequência e voltar a anotar meus deveres.

O bom de estar perdido, é que você tem a oportunidade de se reencontrar. Então, acompanha minha jornada no instagram?

Nenhum comentário

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

@lumanunesblog