DESCOLORI EM CASA!
05.02.2019

Oi gente, estou há uma semana loiríssima! E esse post é pra contar como eu radicalizei em casa.

Primeiramente, não vou falar: não faça em casa! Mas tenha consciência de que fazer com um profissional vai ser 100% mais satisfatório e menos perigoso. Eu pintei em casa por simples fogo no rabo mesmo.

Inspiração

(mais…)
BULLET JOURNAL / FEVEREIRO
01.02.2019

BuJo 2017 e BuJo 2018

Oi gente! Fevereiro chegou, estou bem animada e cheia de planos. A cor da vez é laranja que eu, particularmente, acho bem desafiadora, mas vamos tentar. Me inspirei no tema da @_coffeeandsarcasm_ que são essas folhinhas de ginkco, uma folha bem antiga, mas resistente que significa paz e longevidade.

(mais…)
LITERALMENTE
26.01.2019

LITERALMENTE

Autor: Lucy Keating
Editora: Globo Alt
Páginas: 208
Sinopse: E SE A VIDA PERFEITA JÁ ESTIVESSE ESCRITA PARA VOCÊ?
Annabelle leva uma vida perfeitamente sob controle. Ela tem amigos, segue sua rotina à risca, está prestes a se formar e mora com os pais e o irmão mais velho em uma casa que ama. Mas as coisas começam a fugir do controle quando Lucy Keating, autora best-seller de livros juvenis, vai à sua escola falar sobre seu novo romance e, curiosamente, passa a descrever a vida de Annabelle. Logo fica claro que Annabelle é a mais nova protagonista da história de Lucy e, de súbito, o relacionamento de seus pais não parece mais tão perfeito, a casa que tanto ama corre sérios riscos de ser vendida, Will — um aluno transferido que parece literalmente feito para ela — não é mais tão interessante e Elliot, o melhor amigo de seu irmão, passa a ser algo mais que apenas um coadjuvante em sua história.
Nota: ♥♥♥♥♥

(mais…)
COLETOR MENSTRUAL – MINHA EXPERIÊNCIA
18.01.2019

A primeira vez que ouvi falar sobre o coletor menstrual foi em 2015 quando a Nath fez esse post aqui. Eu achei bem interessante porque absorvente sempre foi o meu maior martírio. Esquentava e o cheiro incomodava, depois comecei usar absorvente interno e melhorou um pouco, mas ainda sim era incômodo.

A única coisa que me fez resistir o coletor no inicio foi o preço. Estou fazendo esse post porque pra mim é muito comum ver pessoas falando abertamente sobre o copinho, absorventes de pano e calcinhas absorventes, mas no meu trabalho, por exemplo, muitas meninas não conhecem direito.

(mais…)
SERIADO: VOCÊ
15.01.2019

VOCÊ

Título Original: You
Onde assistir: Netflix
Episódios: 10 – 42 min aproximadamente.
Sinopse: Guinevere Beck (Elizabeth Lail) é uma aspirante a escritora, que vê sua vida mudar completamente ao entrar em uma livraria no East Village, onde conhece o charmoso gerente, Joe Goldberg (Penn Badgley). Assim que a conhece, Joe tem certeza de que ela é a garota dos seus sonhos, e fará de tudo para conquistá-la — usando a internet e as redes sociais para descobrir tudo sobre Beck. O que poderia ser visto como paixão se transforma em uma obsessão perigosa, uma vez que Joe não vai medir esforços para tirar de seu caminho tudo e todos que podem ameaçar seus objetivos.

Minha Nota: ♥♥♥♡♡

(mais…)
FOTOGRAFIA | SAYMON
12.01.2019

Eu gosto de tirar fotos. Nunca fiz cursos, leio bem menos do que deveria e não tenho equipamento, ou seja, longe de ser profissional. Mas, gosto de fotografar meus livros, bullet journal e detalhes. Odeio ser fotografada e por esse motivo odeio fotografar outras pessoas. Acontece que, às vezes, aparece um corajoso me pedindo pra encarar essa missão.

Minha história com Saymon teve uma série de trombadas antes de finalmente se estabelecer. Ele é amigo do meu primo, depois virou amigo de um amigo e hoje faço parte de seu círculo de amizades.

Saymon me intimidava com toda sua magia e sofisticação, suas velas e escrita com pena pareciam coisas distantes pra mim. Até conhecê-lo e ele conseguir rasgar meu rosto de tanto sorrir. Fora que ele é totalmente o meu comfort smell.

Sobre as fotos, óbvio que eu gostei de fotografar a pessoa porque ele tornou essa uma missão fácil e Saymon é uma pessoa cheia de detalhes, o que me deixou muito tranquila. Deixei que ele editasse as fotos e colocasse sua própria energia nelas e me diverti ainda mais o ajudando a postar no feed.

(mais…)
O GAROTO DOS MEUS SONHOS
10.01.2019

O GAROTO DOS MEUS SONHOS

Autor: Lucy Keating
Editora: Globo Alt
Páginas: 264
Sinopse: Desde quando consegue se lembrar, Alice tem sonhado com Max. Juntos eles viajaram o mundo, passearam em elefantes cor-de-rosa, fizeram guerra de biscoitos no Metropolitan Museum of Art… e acabaram se apaixonando. Max é o garoto dos sonhos – e somente dos sonhos – até o dia em que Alice o vê, surpreendentemente, na vida real. Mas ele não faz ideia de quem ela é… Ou faz? Enquanto começam a se conhecer, Alice percebe que o Max dos Sonhos em nada se parece com o Max Real. Ele é complicado e teimoso, além de ter uma namorada e uma vida inteira da qual Alice não faz parte. Quando coisas fantásticas dos sonhos começam estranhamente a aparecer na vida real – como pavões gigantes que falam, folhas de outono cor-de-rosa incandescente, e constelações de estrelas coloridas –, Alice e Max precisam tomar a difícil decisão de fazer isso tudo parar. Mesmo que os sonhos sejam mais encantadores que a realidade, seria realmente bom viver neles para sempre?
Nota: ♥♥♥♡♡

(mais…)

BULLET JOURNAL / JANEIRO
01.01.2019

Já tem uns dias que tenho me dedicado ao Bullet Journal de Janeiro, mas só  consegui finalizar hoje. É o terceiro janeiro que faço e é muito legal ver meu amadurecimento. Você pode ver meu BuJo de 2017 aqui e o de 2018 aqui.

Esse ano voltei usar a marca Cícero porque é uma forma de manter o registro imortal, pois acabei jogando as folhas do caderno argolado fora. Dessa vez pretendo manter pra sempre, o modelo escolhido é o pontado e custou R$54,90. Optei pela cor rosa, uma cor que jamais teria pensado normalmente. Você quer ousadia, 2019?

(mais…)

BULLET JOURNAL 2019
26.12.2018

Adivinha quem voltou a acreditar no Bullet Journal? Estava bem desanimada até ler o livro do criador do sistema e tudo se ressignificou na minha cabeça. Então, vou ter que me adaptar com algumas mudanças e a primeira delas é que não vou mais usar o caderno argolado, voltei para os braços do Cícero. Sinto que o caderno vai me dar mais segurança de que as coisas vão ficar guardadas pra sempre (as folhas so argolado acabei jogando fora).

E anota ai que essa é minha primeira meta: usar o Cícero até ele acabar.

(mais…)

GAROTAS TRISTES – LANG LEAV
27.11.2018

Garotas Tristes

Autor : Lang Leav
Editora : Globo Alt
Páginas : 416
Sinopse : O luto toma conta da cidade quando Ana tira a própria vida, mas é Audrey, uma colega de classe pouco próxima da garota, que o sente mais profundamente: uma mentira inventada por ela pode estar por trás do suicídio. Lucy e Candela, suas melhores amigas, ajudam-na a manter a história em segredo, sem saber que a trama toda foi inventada por ela.
Após o ocorrido, a vida das garotas entra numa espiral decadente. Entre os ataques de pânico constantes de Audrey, a nova rotina obscura de Candela e a tentativa de mediação de Lucy, uma amizade até então estruturada começa a ruir. Um novo romance parece ser exatamente o que Audrey precisa, mas o misterioso Rad não pode ser o par ideal. Ou pode?
Enquanto tenta equilibrar um romance inadequado, o começo de uma carreira e o próprio egoísmo, Audrey tem que lidar com as consequências de seus atos: a ansiedade constante e a forma como sua mentira afetou todos ao seu redor.
Nota: ♥♥♥♥♡

SOBRE A HISTÓRIA

No seu último ano de escola Audrey se vê em uma situação pesada: Ana, uma de suas colegas, se suicidou por causa de um boato inventado por ela. No velório, Audrey acaba conhecendo Rad – o namorado de Ana – a conexão entre eles é imediata, porém a amizade é um tanto conturbada, pois ambos acabam sendo julgados.

A relação de Audrey com sua mãe é cheia de tropeços por causa de erros do passado e essa nova amizade contribui para que as duas se distanciem ainda mais. Outra relação prejudicada é seu namoro com Duck, o garoto com quem ela namora desde sempre e que a salvou de um afogamento na infância.

O segredo que Audrey carrega faz com que a garota tenha crises de pânico e nas sessões de terapia ela tenta lidar com a culpa. Além disso, ela pode contar com suas duas melhores amigas: Lucy – que é super fofa e tem uma vida perfeita com o namorado Freddy e Candela – a garota mais próxima a Ana – que lida com seu luto de uma forma totalmente destrutiva.

Audrey embarca em um caminho cheio de descobertas, passando por altos e baixos, tentando se libertar da culpa sem saber que há um segredo muito maior por trás de tudo o que ela está passando.

O QUE EU ACHEI DE GAROTAS TRISTES

Foi uma leitura lenta e toda vez eu tirava um trechinho que achava interessante. Precisei de uns dias para sentar as ideias na minha cabeça e agora vos trago conclusões.

Comprei Garotas Tristes porque achei o título chamativo, capa lindíssima e a sinopse fechou tudo com chave de ouro. Eu gostei bastante da escrita da autora e do tema escolhido por ela, mas acho que tudo se perdeu no meio do caminho. Tinha tanta coisa a ser explorada, mas a trilha escolhida foi a mais fútil: o romance.

Audrey estava passando por muitas coisas que mereciam ser colocadas em um holofote: toda a questão do suicídio, problemas psicológicos, liberdade recém adquirida, estudos, família, amizades… Os personagens acabaram ficando rasos e suas histórias se perdendo e vários assuntos foram sendo jogados e jogados e jogados e… Cadê? Senti falta de um final para eles, senti falta de conhecê-los e de sentir suas histórias de aprofundando.

Apesar de ter ficado surpresa com o final, percebi que encerrei o livro com muitos questionamentos e o principal deles: do que, exatamente, se tratava Garotas Tristes? Queria mais. Muito mais.

Mas me fez pensar muito. Os diálogos são lindos e nos levam a reflexões fortes, por exemplo: O que é necessário para fazer com que a gente deixe de amar uma pessoa?

TRECHOS

“Ela costumava dizer que as coisas mais lindas são danificadas de alguma maneira.”

“A juventude é desperdiçada com os jovens.”

“Essa é a questão sobre escritores: por um lado, tudo é sagrado pra eles; mas, por outro, nada é de verdade.”

“Às vezes nos apegamos às coisas, só pelo bem delas.”

“Não quero me apaixonar por outra garota triste.”

“Aprendi que a escrita é o prêmio de consolação que você recebe quando não consegue a coisa que mais quer.”

“Seu primeiro amor não é a primeira pessoa a quem você dá o coração: é a primeira pessoa que o quebra.”

@lumanunesblog