HOLOCAUSTO BRASILEIRO
21.08.2019

HOLOCAUSTO BRASILEIRO – O QUANTO VOCÊ CONHECE A NOSSA HISTÓRIA?

Sim. A história do Brasil. Então me fala se você alguma vez ouviu falar sobre um hospital “psiquiátrico” situado em Barbacena – MG ou onde ocorreu o holocausto brasileiro. Não? Pois bem, eu também nunca tinha ouvido falar. Mas vou contar um pouco sobre o que aconteceu por lá entre 1903 e meados dos anos 80, tudo narrado com maestria no livro de Daniela Arbex.

Durante o período em que o Colônia funcionou, 60 mil pessoas morreram. Dessas 60 mil, cerca de 18 mil foram diagnosticadas com algum tipo de transtorno mental, os outros 70% eram andarilhos, prostitutas, crianças indesejadas, epiléticos, amantes de políticos, entre outras coisas não relacionadas a doenças psicológicas.

Ou seja, o hospital acabava sendo uma espécie de castigo para desajustados. A capacidade inicial era para 200 pacientes, mas nos anos 30, estima-se que 5 mil pessoas vivessem ali. Os relatos são intensos assim como as fotografias dentro do livro. Homens e mulheres ficavam nus a mercê do tempo, bebiam água de esgoto, se esfregavam em fezes e eram mal alimentados.
O tratamento de choque era comum, muitas vezes as descargas eram tão fortes que acabava a luz da cidade.

Diante de tanto horror, a gente acha que não poderia piorar, mas piora. A quantidade de pessoas que morriam diariamente era tanta que não tinha como lidar com tantos cadáveres. E ai começou o tráfico de corpos. As universidades começaram a comprar esses corpos.

Foi a coisa mais triste que eu já li e também a mais importante. Muita gente diz que não tem coragem, mas aqui vai uma crítica, talvez até meio polêmica. Não podemos apagar a nossa história, é a nossa obrigação moral saber o que aconteceu para que isso não se repita. E convenhamos, tem gente recebendo fotos de acidentes e pessoas assassinadas no whatsapp, então…

Fica aqui o meu apelo para que todos entendam a importância de ler esses relatos. No meio da tragédia, há também muitas histórias inspiradoras, de gente de bem. Façam uma boa leitura.

Resenha de Todo Dia A Mesma Noite aqui.

2 comentários

  • Avatar Luíza disse:

    Eu mesma achei que não conseguiria ler um livro com relatos tão fortes, mas por indicação sua eu li e agradeço por me encorajar. Achei o livro extremamente importante e bem elaborado, foi parte da nossa história que eu não conhecia e que me chocou bastante, mas valeu muito a pena!

  • Deixe seu comentário

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    @lumanunesblog No images found!
    Try some other hashtag or username