AGORA E PARA SEMPRE, LARA JEAN
14.08.2018

Chegou o final da trilogia que mais me fez feliz esse ano 🙁  Mas vamos lá. Fazendo um resumo bem breve da série inteira, é muito fácil amar Para Todos Os Garotos Que Já Amei, só por ele existir; apesar de ter ficado chateada com várias coisas em P.S.: Ainda Amo VocêAgora e Para Sempre, Lara Jean foi o livro que encerrou com chave de ouro. A trilogia é muito completa.

Acho que isso também é parte de crescer, ter de despedir de coisas que você amava.

É muito fácil gostar da Lara Jean, ela é muito fofa, me identifico com seu jeito de tentar fazer as coisas serem especiais, além de ser uma personagem real com problemas reais.

Eu fiquei magoada com Peter, mas sou muito grata por a escritora não ter mudado ele. Era um esforço enorme ficar me lembrando que ele só tem dezessete anos, mas gostei muito de ele não ter amadurecido, conforme eu queria. Peter continuou mimado, mesmo que estivesse me incomodando, porque é o jeito dele mesmo, um menino que não arruma nem a cama (oi, Babi!).

Ser vulnerável, deixar pessoas se aproximarem, se magoar… tudo isso é parte de estar apaixonado.

Todos tiveram fim. Quando os personagens pararam de ser relevantes, eles simplesmente saíram de cena, sem drama, sem ficar tentando incluir. Os personagens saíram na hora que tinham que sair e pronto. As coisas, na verdade, são assim.

O que eu mais amei no personagens é que eles eram o que eram e não se desculpavam por isso. Todo aquele papo que eu já falei aqui um milhão de vezes sobre personagens reais. Cada um com suas particularidades, defeitos e perfeições. Mas, pra mim, a série não tem defeitos.

Nós fazemos nossa própria sorte.

Espero que vocês tenham gostado, se não leram ainda, corre! O filme vai ser lançado sexta-feira (17/08) na Netflix.

Agora E Para Sempre, Lara Jean

Autor: Jenny Han Ano: 2017 Páginas: 304 Editora: Intrínseca Nota: 5/5

 

É assim que acontece? Você se apaixona e nada mais parece assustador, e a vida é apenas uma grande possibilidade?

P.S.: AINDA AMO VOCÊ
12.08.2018

Contém spoiler do livro anterior, Para Todos Os Garotos Que Já Amei.

Nessa altura do campeonato na saga amorosa de Lara Jean você já deve imaginar que ela e Peter K. transformaram o namoro de mentirinha em um de verdade. E todo aquele processo de conhecer o outro, de aprender a namorar de verdade começa. Só que a ex do Peter, Gen, fica rondando e e essa parte me deixou p. da vida.

– Lara Jean, acho que você meio que se apaixona por todo mundo que conhece. Faz parte do seu encanto. Você esta apaixonada pelo amor.

O Peter me desanimou demais, ele ficou criando caso com um segredo da Gen que deixava a Lara Jean enciumada. Além do mais, ele ficava “meu treino, bláblá, minha vida” e não fazia absolutamente nada por ela. Tudo por causa de um segredo totalmente desnecessário.

Sei agora que não quero amar e ser amada pela metade. Eu quero tudo, e para ter tudo, você precisa arriscar tudo.

Por falar em segredo desnecessário, eu fiquei muito chateada porque o livro ficou focando nessa coisa besta, em vez de ter trabalhado em um assunto que me chamou bastante atenção. É que a Lara Jean e o Peter brigam e eles se reconciliam em um ofurô, é tudo bem inocente, só que eles são gravados sem saber e esse vídeo vaza como se fosse uma história de amor tórrida e ardente.

A sociedade está sempre pronta para envergonhar a mulher por gostar de sexo e aplaudir o homem.

Fiquei triste com a Lara Jean porque ela ficou o tempo todo se reprimindo pra não magoar o bonito, sendo que ele tava magoando ela o tempo todo. Mas fugindo do foco desse relacionamento chatonildo, Lara Jean está sendo voluntária em um asilo e eu achei esse núcleo super divertido, impossível não morrer de amores por Stormy.

Esse foi o livro que deu tudo errado, que bateu uma indignaçãozinha, contudo fez eu me apaixonar tudo de novo. Um novo garoto apareceu e eu fiquei doidinha de amores: John Ambrose McLaren. Pensa em um cavalheiro, gente! Ele é a coisa mais linda, inteligente e charmosa desse universo inteiro.

Talvez as coisas muito, muito boas não sejam feitas para durar tanto tempo; talvez seja o que as torna mais doces, o fato de serem temporárias.

P.S.: Ainda Amo Você

Autor: Jenny Han Ano: 2016 Páginas: 304 Editora: Intrínseca Nota: 4/5

O corpo é seu, e é você que tem que protegê-lo e se divertir com ele. Com quem você decide compartilhar a diversão é escolha sua… Você decide quem, até onde e com que frequência, se decidir que sim.

Eu sou apaixonada pela série, porém, esse não é o meu volume favorito.

Beijos e até a próxima

@lumanunesblog No images found!
Try some other hashtag or username