DOCUMENTÁRIO: FYRE FESTIVAL
07.02.2019

Fyre Festival: Fiasco no Caribe

Título Original: FYRE
Onde assistir: Netflix
Duração: 1h37min
Sinopse: Fascinados pela promessa de um festival luxuoso nas Bahamas, centenas de pessoas compraram pacotes que custavam de 10 a 100 mil dólares com direito a acomodações de luxos, apresentações musicais e as melhores comidas e aventuras. No entanto, ao chegar lá eles se depararam com um terreno ainda em construção e algumas tendas. Do dia para a noite, estavam presos em uma ilha deserta com condições instáveis e mudanças climáticas agressivas.
Minha nota: ♥♥♥♥♥

Gente, tudo bem? Assisti esse documentário semana passada e estou até agora perplexa, vou contar a historinha mais ou menos pra vocês e preparem-se para um mix de sentimentos.

(mais…)
SERIADO: VOCÊ
15.01.2019

VOCÊ

Título Original: You
Onde assistir: Netflix
Episódios: 10 – 42 min aproximadamente.
Sinopse: Guinevere Beck (Elizabeth Lail) é uma aspirante a escritora, que vê sua vida mudar completamente ao entrar em uma livraria no East Village, onde conhece o charmoso gerente, Joe Goldberg (Penn Badgley). Assim que a conhece, Joe tem certeza de que ela é a garota dos seus sonhos, e fará de tudo para conquistá-la — usando a internet e as redes sociais para descobrir tudo sobre Beck. O que poderia ser visto como paixão se transforma em uma obsessão perigosa, uma vez que Joe não vai medir esforços para tirar de seu caminho tudo e todos que podem ameaçar seus objetivos.

Minha Nota: ♥♥♥♡♡

(mais…)
Com Amor, Simon // Filme
11.04.2018

Com amor, Simon é a adaptação do livro Simon Vs A Agenda Homo Sapiens, saca a resenha do livro aqui.  Já posso começar dizendo que, pra mim, o filme é 10/10.

Simon tem 16 anos, uma família super cool e amigos incríveis. Mas também tem um segredo que só compartilha com o misterioso Blue através de e-mails: ambos são gays e ainda não estão prontos para se assumir.

Uma das partes mais legais é quando Simon não consegue entender porque precisa sair do armário. Afinal de contas, nenhum dos seus amigos héteros precisou reunir a família pra falar: alô, estamos todos aqui porque preciso dizer que sou hétero.

O problema é que o mala sem alça da escola flagra os tais e-mails e começa a chantageá-lo… E é ai que as coisas começam a se apertar.

Minha Opinião

Me diverti muito com o filme, mas chorei também. Consegui me emocionar junto com os personagens. Tenho certeza absoluta que foi um filme muito importante para quem passa/passou pela mesma situação.

Amei o quarto do Simon, mas senti falta de algumas características que foram muito citadas no livro e que daria 0 trabalho pra colocar no filme, como o fato de Simon ser viciado em Oreo (até rolou, mas bem sutilmente) ou o gosto musical perfeito do personagem…

No geral, achei bem fiel ♥

Ficha Técnica

Título Original: Love, Simon

Distribuidor: Fox Film do Brasil

Ano De Produção: 2017

Tipo De Filme: Longa-Metragem

Nota IMDB: 8,1 / 10

Minha Nota: 10 / 10

Jean-Michel Basquiat
06.03.2018

Eu nunca visitei uma exposição de arte. Vou pra São Paulo, onde está acontecendo gratuitamente a exposição das obras de Jean-Michel Basquiat da coleção Mugrabi. Estou feliz porque minha primeira exposição já vai ser de um artista que gosto muito.

Conheci o artista aleatoriamente (as melhores coisas da vida acontecem assim, né?) assistindo o DVD do Marcelo D2, ele tava usando uma camiseta escrito Basquiat nas costas, curiosa que sou, pesquisei e nunca fiquei tão feliz por ter pesquisado algo.

Jean Michel Basquiat Untitled (Bracco di Ferro), 1983 Acrylic and oilstick on canvas with wood supports 182,9×182,9 cm (© The Estate of Jean-Michel Basquiat. Licensed by Artestar, New York/Divulgação)

Basquiat foi um artista americano (ele morreu aos 27 anos em 1988, de overdose) que começou fazendo grafite e assinava sempre como SAMO shit (sempre a mesma merda). Ano passado, um de seus quadros foi vendido por 110,5 milhões de dólares (chocada), sim, ele é o artista americano mais caro da história.

Procissão | 1986 | Acrílico e relevo de madeira | 162 x 243,99 cm (© The Estate of Jean-Michel Basquiat. Licensed by Artestar, New York./Divulgação)

O trabalho de Basquiat é neoexpressionista, com grande influência na arte urbana, e bastante amplo: desenhos, colagens, gravuras e até pinturas em pratos de cerâmica. Seus desenhos são formas simples e dinâmicas. Me identifico bastante com a forma de ele trabalhar a tela, não se atendo apenas as tintas, mas fazendo uma festa com acrílicas, giz de cera e até mesmo colagem de papéis.

Sem título (Penas e Alcatrão Amarelo) | 1982 | Acrílico, tinta a óleo em bastão, giz,colagem de papel e couro em painéisde madeira | 245 x 229 cm (© The Estate of Jean-Michel Basquiat. Licensed by Artestar, New York./Divulgação)

Já vi que pode fotografar na exposição, então depois eu volto pra contar como foi <3

Basquiat em São Paulo: Obras da Coleção Mugrabi

Quando: De 25 de janeiro a 7 de abril de 2018

Onde: Centro Cultural Banco do Brasil – Rua Álvares Penteado, 112  (Centro)

Horário: Das 9h às 21h (não abre às terças)

Quanto: Grátis

É possível agendar horário de visita e evitar filas, no site do CCBB.

Produtora: Art Unlimited

Curadoria: Pieter Tjabbes

Patrocínios: BB Seguridade, Brasilcap, Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre

Corra! // Filme
04.03.2018

Vamos bater um papo cabeça agora: se vocês quiserem que eu assista um filme, não crie muitas expectativas, não fale que você amou e que é incrível, porque eu sempre coloco muito expectativa em tudo haha. Foi  o que aconteceu com Corra! Vários elogios vindo de todos os lados, muitos comentários comparando esse longa a outro que eu amo: A Chave Mestra. Então, assisti com grande expectativa e acho que atrapalhou tudo.

Na minha humilde opinião, o que valeu a pena mesmo foi assistir a atuação do Daniel Kaluuya que é o protagonista. A história é muito simples: Chris (Daniel Kaluuya) vive um relacionamento interracial com Rose (Allison Williams). Eles vão passar o final de semana na casa dos pais de Rose, para que todos possam se conhecer. Apesar de ser muito bem acolhido pela família branca da namorada, Chris não consegue deixar de notar a estranheza da família e seus amigos…

A todo instante é nos apontado paralelos entre ser branco e negro. No inicio do filme mesmo, quando um negro é visto andando em um bairro de classe média alta, sentindo-se ameaçado ou até mesmo quando o melhor amigo de Chris diz que não é uma boa ideia conhecer os pais da namorada branca… Ou com o simples fato de mudar toda a perspectiva de que os negros são os primeiros a morrer nos filmes.

Daniel é muito expressivo, eu fiquei real angustiada por ele. Dos indicados a melhor ator, eu só assisti Me Chame Pelo Seu nome que concorre com Timothee Chalamet, então sei que tá difícil mesmo, mas estou torcendo bastante para que Corra! vença nessa categoria… Não é que o filme seja ruim, achei interessante demais, mas também deixou a desejar. Confesso que filme de terror não é meu forte, prefiro suspense de gelar a barriga… Na história do Oscar, apenas seis filmes de terror foram indicados ao Oscar e o único que ganhou foi Silêncio dos Inocentes.

Ficha Técnica

Título Original: Get Out

Distribuidor: Universal Pictures

Ano De Produção: 2017

Tipo De Filme: Longa-Metragem

Nota IMDB: 7,7 / 10

Minha Nota: 7 / 10

A Forma Da Água // Filme
03.03.2018

A Forma da Água foi o filme que mais recebeu indicações ao Oscar esse ano: 13, entre elas a de melhor filme e foi dirigido por Guillermo Del Toro (O Labirinto Do Fauno). O filme é poesia pura e conta a história de Eliza, uma zeladora muda (que mulher!) que trabalha em um laboratório onde um “monstro” anfíbio é mantido em cativeiro para estudos científicos. Uma história de amor é contada, Eliza e a criatura se apaixonam e com ajuda do vizinho e de sua colega de trabalho ela tenta libertar a criatura.

Falando assim, a sinopse parece não englobar a beleza do filme… Eu adorei a paleta de cores e a protagonista muda aguça todos os nossos sentidos, ela é tão delicada! Quanto a criatura, adorei as expressões e como ele é selvagem e ingenuo ao mesmo tempo. Esperava um envolvimento, digamos… menos sexual entre eles, mas fui deliciosamente surpreendida. O longa é charmoso e sexy e o que eu mais amei: não exige perfeccionismo de ninguém, é do jeito que é e tudo bem, sem maiores explicações.

Eu tô muito encantada. Porém, achei o filme superestimado devido as indicações, não é o meu favorito, mas é sem dúvidas uma bela história de amor <3

Ficha Técnica

Título Original: The Shape Of Water

Distribuidor: Fox Film do Brasil

Ano De Produção: 2017

Tipo De Filme: Longa-Metragem

Nota IMDB: 7,7 / 10

Minha Nota: 8 / 10

Dunkirk // Filme
03.02.2018

Voltamos com a programação Oscar <3 Dunkirk foi o primeiro filme que assisti, na época eu não sabia que ele ia concorrer e sim, fui assistir por causa do Harry Styles and Thomas Hardy.

O filme foi filmado sob três perspectivas: terra, mar e ar. Conta a história de quatro mil soldados aliados da Bélgica, do Império Britânico e da França que ficaram cercados pelos alemães na Segunda Guerra Mundial em Dunquerque e aguardam resgate no meio da guerra.

Terra

O conflito em terra foca em três personagens: Tommy, que depois de escapar de um ataque alemão nas ruas de Dunquerque consegue chegar a praia onde conhece Gibson. Juntos eles fazem tentativas frustradas de serem evacuados com os soldados feridos em navios. Em uma dessas tentativas, eles se juntam ao Alex (meu Harry Styles). E o resto é história, não posso revelar muito por motivos de spoiler.

Mar

Enquanto os soldados tentam fugir a qualquer custo, no mar, vários barcos particulares são requisitados para ajudar na evacuação. Aqui conhecemos o Sr. Dawson, que ao invés de entregar o barco para a marinha, decide ir ele mesmo, junto com seu filho Peter e seu amigo Charles. No meio do caminho, eles resgatam do meio de destroços de um navio um soldado traumatizado. E o resto, vocês sabem, é história.

Ar

No ar, três pilotos sobrevoam o canal da mancha, com o objetivo de dar assistência aérea para os soldados de Dunquerque. Só que o medidor de combustível de um deles quebra, mesmo assim ele continua firme no proposito de destruir um avião inimigo.

Enfim. É difícil falar assim porque são muitos detalhes. É um filme extremamente visual, fotografia impecável, muito linda mesmo e os sons, uau! Sai do cinema muito impressionada com a produção. Pouquíssimos diálogos (muito pouco mesmo), o que deixa o filme ainda mais genial. Todos os personagens tem uma sede muito bonita pelo heroísmo, fiquei bastante emocionada.

Meu Harry Styles foi maravilhoso e Tom Hardy, Tom Hardy, né mores? O filme foi dirigido por um dos meus diretores favoritos: Christopher Nolan, ele é a mente brilhante por trás de alguns filmes do Batman (sim, o do Coringa do Heath Ledger, inclusive), A Origem, Interstellar e outros filmes fodas.

Ficha Técnica

Título Original: Dunkirk

Distribuidor: Warner Bros

Ano De Produção: 2017

Tipo De Filme: Longa-Metragem

Nota IMDB: 8,1 / 10

Minha Nota: 10 / 10

 

Me Chame Pelo Seu Nome // Filme
22.01.2018

Gente, preciso compartilhar essa sensação com vocês. Eu me sinto super segura pra fazer resenhas literárias, mas tenho um certo bloqueio pra falar de filmes hahaha. Não sei porque, acho os cinéfilos pomposos com suas críticas bem elaborados que simplesmente falar: o filme é maravilhoso, amei. Parece uma afronta.

Dito isso, amei Me Chame Pelo Seu Nome e queria poder falar isso pra vocês, por isso acabei comprando o livro pra fazer uma resenha literária e falar com mais propriedade! Mas quer saber? Vou superar esse medo e falar do meu jeito.

Me Chame Pelo Seu Nome

Elio tem 17 anos e passa o preguiçoso verão de 83 na casa de seus pais na Itália. Todos os anos, o pai, um intelectual, recebe em casa um estagiário que por seis semanas o ajuda com algumas tarefas. Naquele ano é a vez do americano Oliver, um charmoso pesquisador de 24 anos, fazendo com que Elio descubra novos sentimentos.

Me Chame Pelo Seu Nome é um filme lindo, não apenas pela a história cativante, mas pelo cenário solar e limpo. Estou acostumada ver filmes com temática LGBT com uma luz completamente sombria e dessa vez fui surpreendida com uma leveza pura e honesta.

Elio e Oliver

Eu nunca tinha ouvido falar no Timothée Chalamet (Elio), mas quero muito ficar de olho a partir de agora, ele é muito natural! E tem uma sensualidade intrínseca e magnética. Quanto ao Armie Hammer (Oliver), provou que vai muito além de um rosto bonito.

Adorei, ambos protagonistas são carismáticos. Gostei do jeito descolado, ainda que tímido do Elio e da arrogância dramática do Oliver.

A Itália é sempre um cenário de tirar o fôlego. Muitas vezes, senti aquele calor preguiçoso do verão atravessar a tela e chegar até em mim, senti o gosto da fruta do pomar e o aconchego de uma das minhas cenas favoritas: a mãe de Elio, uma tradutora brilhante, lendo um livros para ele e o pai em uma tarde chuvosa.

Me senti seduzida e experimentei sensações sutis e saborosas.

Para quem está curioso em relação ao titulo “Me Chame Pelo Seu Nome” é uma forma de Elio e Oliver dizerem eu te amoElio chama Oliver de Elio e Oliver chama Elio De Oliver. Como se fossem um só. *suspiros*

Oliver: Me chame pelo seu nome e eu o chamarei pelo meu.

O filme concorreu ao Globo de Ouro como melhor drama e estou torcendo pra entrar na lista do Oscar (sai amanhã!).

Se você ainda não se convenceu, aqui vai minha ultima tentativa: o filme foi produzido pelo brasileiro Rodrigo Teixeira. Vai BR!

Ficha Técnica

Título Original: Call Me By Your Name

Distribuidor: Sony Pictures

Ano De Produção: 2017

Tipo De Filme: Longa-Metragem

Nota IMDB: 8,3 / 10

Minha Nota: 10 / 10

Gostaram gente, posso investir nessa carreira? Haha

Beijos e até a próxima.

Eu Amei Te Ouvir, Hozier
17.10.2016

Estava trabalhando um dia, quando meus ouvidos captaram os sons maravilhosos de Hozier. O cantor irlandês que rapidamente ocupou o primeiro lugar na minha lista de artistas favoritos da vida, tem vinte e seis anos e já possui vários prêmios graças as suas canções melancólicas e até mesmo torturadas… O engraçado é que eu acho mesmo que já ouvi Hozier só não sei aonde, mas anyway… Selecionei minhas cinco músicas favoritas <3

Minha igreja não oferece absolvição

Ela me diz ” adore no quarto”

O único paraíso para onde serei enviado

É quando eu estiver a sós com você

Vamos roubar seu carro

Ser detetives

Dirigir por aí procurando pistas

Vamos chamar nossos filhos de Jackie e Wilson

Criá-los no Rhythm & Blues

Tudo seria mais fácil se houvesse um caminho certo?

Querida, não há um caminho certo

As palavras e olhos dela são tão frios

Ah, mas ela queima

Como rum no fogo

Quente, rápida e nervosa

O quanto puder ser

Percorro meus dias sobre um fio

Garotos trabalhando no vazio

É esse o melhor jeito de enfrentar o calor sufocante?

Eu só penso na minha amada

Estou tão cheio de amor, que nem consigo comer

Não há algo mais doce do que minha amada

Nem ao menos quis o fruto da cerejeira

Pois minha amada é tão doce quanto se pode ser

Ela me dá dor nos dentes só de me beijar

Só coloca o fone e me agradeça depois 😀

Filmes Favoritos da Vida
02.08.2016

Oi gente! Tudo bom? Esses dias estava conversando com uma amiga de longa data e ela me surpreende dizendo que nunca tinha esquecido um filme que eu havia indicado para ela. Eu nem lembrava mais dessa história, mas foi bom porque comecei refletir que toda vez que alguém me pede pra indicar filme, tirando o fato de eu tentar indicar algo próximo ao gosto da pessoa, eu fico procurando filmes  que me façam sentir adulta e inteligente e acabo mascarando o que eu gosto de verdade. Não que eu não goste de filmes mais sérios, porque eu gosto! Mas é que eu não sou fã de cult 100% do tempo… Por isso, lá vai minha indicação de 5 filmes que eu gosto, dessa vez sem medo de ser julgada.

Infidelidade (2002) 

Drama, Suspense

♥ Por que eu amo? A Diane Lane tá muito linda e sexy nesse filme e fora que eu acho uma das melhores interpretações da atriz que dá vida a Connie, uma dona de casa casada há 11 anos, que se envolve com o charmoso livreiro francês Paul Martel (Oliver Matinez – olha ai outro bom motivo para amar). Quando seu marido Edward (Richard Gere) desconfia, as coisas podem se descontrolar.

♥ Cena que me arrepia: A primeira vez de Connie com Paul. A interpretação do casal é de arrepiar, pela verdade e tensão que passa.

♥ Mais motivos para amar: O filme se passa em NY . O  ar de mistério, quase bucólico, é sensual e te deixam grudados na tela, assim como o vislumbre da tradicional família norte-americana que te faz sentir dentro do filme mesmo.

 

 De Repente É Amor (2005)

Comédia, Romance

♥ Por que eu amo? A trilha sonora é incrível e ver como os personagens evoluem dentro da música é muito especial. Gostei de amadurecer com Oliver e Emily durante os seis anos que eles se topam por ai. A química entre Ashton Kutcher e Amanda Peet é sensacional.

♥ Cena que me arrepia: Quando, ao som de Love is Brighter Than Sushine, eles posam para uma fotografia nus. Fotografia, trilha sonora… tudo mágico.

♥ Mais motivos para amar: Os personagens evoluem bastante, mostrando seus sucessos e fracassos e como ser adulto às vezes é complicado e que nem sempre o amor é algo simples ou fácil de ser alcançado.

 

O Melhor Amigo da Noiva (2008)

Comédia, Romance

♥ Por que eu amo? Quando sua melhor amiga dá a notícia de que subirá no altar, Tom percebe que está apaixonado por ela e decide lutar por esse amor. Simplesmente amo a química entre os atores Patrick Dempsey e Michelle Monaghan. O cenário do filme e a amizade deles são muito amorzinho!

♥ Cena que me arrepia: O primeiro beijo de Hannah e Tom na despedida de solteira dela. É o beijo mais lindo, delicioso e apaixonado do cinema rs

♥ Mais motivos para amar: Um conto de fadas moderno tem que se passar em um lugar mágico. O Melhor Amigo da Noiva se passa em dois: NYC e Irlanda ♥

 

V de Vingança (2005)

Thriller, Ação

♥ Por que eu amo? Eu devia ter uns 13 anos quando assisti, desde então devo ter assistido mais umas 456 vezes e não sei porque gostei tanto. Na primeira vez que eu vi, tenho certeza de quem nem entendi direito o que estava acontecendo ali, mas por algum motivo esse filme explodiu na minha cabeça.

♥ Cena que me arrepia: Quando a Evey lê a carta da Valerie.

♥ Mais motivos para amar: Um elenco fantástico, Londres e o povo lutando bravamente contra o sistema.

 

Lembranças (2010)

♥ Por que eu amo? Primeiramente, por motivos de Robert Pattinson. Um filme lindo, sensível e cheio de referencias bacanas.

♥ Cena que me arrepia: Esse filme INTEIRO me arrepia. Impossível escolher só uma cena.

♥ Mais motivos para amar: “A vida é feita de momentos.”

 

Ain gente, e ai!? O que vocês acharam? Eu amo filmes e vou ficar muito feliz se você deixar a sua sugestão aqui nos comentários! Beijos!

Filme: Operações Especiais
25.10.2015

op1

Gente estou tão orgulhosa, fui ao cinema assistir Operações Especiais filme que teve cenas gravadas em minha apaixonante cidade, Palmas 😀

O filme gira em torno da Francis, personagem da Cléo Pires, que por conta de uma desilusão amorosa resolve prestar concurso para a polícia civil acreditando que sua atuação não passará de serviço burocrático. Porém para sua surpresa é convocada para participar de uma operação em uma cidade do interior com problemas de criminalidade.

Ela então precisa superar seus limites para provar o seu valor. O grupo formado por policiais honestos são aclamados pela opinião pública. Mas em pouco tempo a aplicação do rigor da lei começa a incomodar a todos e o verdadeiro inimigo se revela.

op2

A cidade apresentada no filme como São Judas do Livramento é fictícia. O filme recebeu R$ 1 milhão da Prefeitura de Palmas para mostrar os cartões postais da cidade e ficou lindo!

Em destaque aparece a vista deslumbrante da cidade pela  Ponte Fernando Henrique Cardoso, o Palácio Araguaia e o Espaço Cultural José Gomes Sobrinho.  Todas as cenas filmadas na cidade tiveram participação de atores tocantinenses.

op3

Filme é estrelado por Cléo Pires, Fabrício Boliveira, Fabíola Nascimento, Marcos Caruso, Thiago Martins e Antônio Tabet.

Gostei muito do filme que além do cenário traz discursões sobre corrupção na polícia, na política e principalmente na sociedade, o machismo e preconceito a toda hora lançados contra a personagem da Cléo, já que ela é a única mulher escalada para a missão tornando seu período de adaptação dentro da instituição uma sucessiva luta para ser aceita, a dura realidade da violência e a temeridade que os policiais enfrentam ao colocar sua vida em risco a cada incumbência.

op6

Neste ponto, Pires conseguiu transmitir toda a adrenalina, medo e tensão que sua missão oferece.  As cenas de ação e perseguição são muito boas. A atuação de Marcos Caruso como o delegado linha dura Paulo Froes também foi um ponto positivo para o filme, suas tiradas são sarcásticas.

Ao meu ver o pecado foi na velocidade da história, tudo acontece muito rápido, sem profundidade nem explicações. O começo do filme serve para contextualizar a escolha da personagem principal em entrar na polícia, o pano de fundo dessa história é a para sempre explorada invasão do morro do Alemão no Rio de Janeiro onde muitos traficantes fugiram para zonas periféricas.

O envolvimento da Francis com o Décio (Fabrício Boliveira) só serviu para uma desnecessária cena da Cléo na cama com uma arma. Assim como o relacionamento dela com a mãe que de tão pouco explorado poderia de ficado de fora.

Em resumo, indico o filme para quem quer ver excelentes cenas de ação, boa narrativa e uma heroína que foge dos padrões convencionais.

Assista o trailer:

Tudo Sobre O Filme

Estreia: 15/10/2015

Gênero: Ação, Crime, Drama

Duração: 116 min.

Origem: Brasil

Direção: Tomás Portella

Classificação: 14 anos

Seriado: Sense8
16.09.2015

s1

Olá pessoal esse post é sobre minha última aventura no mundo das séries. Vamos falar de Sense8:

Sense8 não é uma série fácil e não é para qualquer um, mais que uma ficção científica a série é sobre pessoas e seus conflitos, amores e desilusões regadas com ação, cenas de sexo e nus frontais \o/. Apenas para maiores de 18!

Dirigida pelos irmãos Andy e Lana Wachowski, responsáveis pela trilogia de Matrix – amo! e J. Michael Straczynski (Babylon 5), Sense8 conta a história de oito pessoas espalhadas pelo mundo que passam a compartilhar sua consciência, sensações, sentimentos, conhecimento e habilidades, eventualmente aparecendo umas para as outras, mesmo morando em lugares bem distantes.

s3

Os oito são:

1.    Capheus Van Dame (Aml Ameen) um cara com um profundo senso de honestidade, que dirige sua van para conseguir dinheiro e tratar a mãe com AIDS em Nairóbi;

2.    Kala Dandekar (Tina Desai) uma farmacêutica de Mumbai que tem um noivo arranjado, a quem ela não ama de verdade. Ela nos apresenta a Índia religiosa;

s8

Sun

3.    Sun Bak (Doona Bae) economista carateca, filha de um poderoso empresário de Seul, ela não tem reconhecimento do pai pelo fato de ser mulher – minha personagem favorita;

4.    Will Gorski (Brian J. Smith) um policial de Chicago assombrado por um assassinato não solucionado;

s8

Wolfgang

5.    Wolfgang Bogdanow (Max Riemelt) um alemão que cresceu à sombra de um pai criminoso e por esse e outros motivos, tornara-se uma cópia;

6.    Riley Blue (Tuppence Middleton) uma DJ com um passado totalmente conturbado que a fez fugir da Islândia para Londres;

s8

Nomi

7.    Nomi Marks (Jamie Clayton) uma hacker transexual lésbica engajada na defesa da expressão gay em São Francisco.

8.    Lito Rodriguez (Miguel Ángel Silvestre) galã mexicano de filmes de ação com dificuldades de sair do armário, divertido e passional;

A trama tecida com esses personagens é densa, abordando temas como a intolerância religiosa, machismo e homofobia. A história começa com a visão do suicídio de uma mulher chamada Angélica, a partir daí eles descobrem estar mentalmente ligados uns aos outros. O relacionamento entre eles se torna íntimo e muito intenso.

s8

Kala e Wolfgang

Will é o primeiro a entender como tudo isso funciona, em uma sequência, digna de Matrix, ele desvenda algumas de suas habilidades como sensate. Ele se apaixona por Riley desde o primeiro contato com ela, o amor deles é puro e romântico, eles se apoiam e são lindos juntos. Riley tem um passado triste que é decifrado ao longo dos episódios, o relacionamento com o pai dela é de uma delicadeza surpreendente.

Kala é muito doce e religiosa, sua maior afinidade é com Wolfgang (♥). No dia de seu casamento ela o vê nu e desmaia, desde então ela o vê como “um demônio pervertido e perigoso que parece nunca estar vestido” (e ainda por cima com um sorriso lindo). A atração entre eles é de tirar o fôlego. Wolf é o típico bom moço que a vida acabou transformando em mau. Mas por baixo da falta de caráter conseguimos ver um cara sensível e leal.

s8

Sun e Capheus

Sun é desprezada pelo pai, que prefere o irmão por ser homem, ela revela um mundo tradicionalmente sexista. A força feminina da série está com ela, mestre em artes marciais, acaba sendo bastante útil principalmente para Capheus, queniano que vive em situação de extrema pobreza, mas que conserva o bom humor acima das adversidades, um personagem muito humano e poético.

Vivendo de aparências, Lito usa mulheres para esconder sua verdadeira orientação sexual do grande público. Assim como Nomi, ele retrata o preconceito vivido pelos homossexuais.

Nomi e Lito se encontram no Museu de Diego Rivera:

“…a violência deles foi mesquinha e ignorante, mas, no fim das contas, combinava com quem eles eram. A verdadeira violência, a violência que eu percebi ser imperdoável, é a violência que fazemos com nós mesmos quando temos medo de ser quem realmente somos.”

 Sense8-1x09

Filmada em locações em cada um dos países de origem de seus personagens – cenário e fotografia magníficos – a série tem pontos extras pela trilha sonora e me ganhou com seus diálogos, há muita poesia e os personagens secundários são tão bem construídos quanto os principais.

s8

A primeira temporada tem 12 episódios de 50min e está disponível na Netflix. A segunda temporada foi renovada para 2016 -> Estou sofrendo com isso.

Tá muito bem indicada! Corre pra ver!

@lumanunesblog