POR QUE É TÃO IMPORTANTE NÃO DESISTIR?
15.07.2019

Capoeira, administração, plano de viagem pra NYC. Já fiz todas essas coisas e um dia decidi deixar para depois, mas esse depois nunca aconteceu. Eu sou uma desistidora. Nesse momento mesmo, estou pensando em desistir de alguma coisa. Não é fácil assumir isso, ninguém quer ser lembrado por nunca dar conta, é horrível escutar das pessoas: ué, não faz mais? Achei que dessa vez ia.

Já pensei muito sobre os motivos que me levam a ser assim e até agora o mais plausível foi: tenho muitos interesses diferentes, é difícil focar em um só. Não sei se faz sentido ou não, mas é o que acho que acontece. Assim sendo, resolvi tentar dar um jeito e quis vir compartilhar anseios e quem sabe buscar uma solução em conjunto.

Desanimar? Talvez. Desistir? Jamais!

Primeiramente, listei todos os meus interesses e áreas da minha vida. Dessa forma, fica claro tudo o que eu gosto de fazer, mas também tudo o que eu tenho que fazer.

Depois disso, escrevi o que eu espero conquistar em cada um desses interesses/áreas, e também o que me leva a querer desistir.  É muito importante que exista mais prós do que contras em se fazer x atividade. Então, fique de olho.

Saiba que ter obrigações faz parte

Pensa quantas vezes você disse: eu gosto de fazer tal coisa, mas nunca tenho tempo ou eu odeio fazer x coisa porque ao fazê-la deixo de fazer o que realmente gosto. Então, por que não organizar isso?
A faculdade, por exemplo: eu odeio ir para a faculdade porque acho que poderia estar me dedicando aos meus interesses pessoais, consequentemente, procrastino para fazer meus trabalhos. Sabe o que acontece? Eu fico me preocupando com o trabalho que sempre deixo para o último minuto. O peso na consciência bate e aí não faço absolutamente nada.

Desistir da faculdade, pelo menos para mim, não é uma opção. Não tem muito o que fazer com a questão de ir para a aula, tem que ir. Então porque não antecipar ao máximo os trabalhos para que eu tenha tempo para meus reais interesses? Isso de não deixar tarefas importantes para depois faz muita diferença. Então separa na sua agenda um dia para realizar tarefas importantes e urgentes. Você vai se sentir bem menos ansioso.

É muito importante ter horários para suas atividades também. Planeje seu dia com antecedência e observe os intervalos, você pode preenche-los de uma forma muito agradável. Criar prazos é uma ferramenta que eu adoro e me ajuda a manter a disciplina, não há nada de errado com isso.

Reconheça o que já foi feito quando você quiser desistir

Quer continuar se sentindo motivado? Meça seus progressos. Eu tenho uma amiga que realizou uma porrada de coisas e ainda sim no fim do dia ela fala: tenho a sensação de que não fiz nada esse ano. Anote os seus afazeres, suas conquistas, sua evolução em uma tarefa. Por exemplo, muita gente se matricula na academia e não vai. Mas se você passa a ir uma vez na semana, ao longo de um mês você já terá ido quatro vezes, o que é infinitamente melhor do que não ir. Isso é um progresso.

Tendemos a esperar grandes mudanças, mas esquecemos que elas começam de pequenas atitudes. Uma lição muito importante é: não seja cruel consigo mesmo, tenha paciência, imediatismo nem sempre significa resultado. E lembre-se de quebrar suas metas: emagrecer é uma meta a longo prazo e isso acaba frustrando, mas marcar academia e nutricionista, já é uma coisa mais próxima e você tem a consciência de que começou fazer alguma coisa. Perder 10 kg? Ruim. Perder 1 kg em agosto? Fácil.

Desfrute

Concluindo: crie recompensas. Quer ler um livro em uma semana, mas acha difícil? Se você conseguir, se dê um mimo, nem que seja: todos os dias abri mão de ficar trinta minutos no celular porque estava lendo, então quando terminar de ler, vou me dar o direito de ficar duas horas inteiras mexendo no celular sem peso na consciência.

Nem tudo precisa ser grande. Não desistir vai muito além de superar as expectativas que os outros colocam em você, é um exercício de autoconfiança, de acreditar mais no seu potencial e saber que você é capaz sim de conquistar muitas coisas. Por exemplo, talvez você queira muito monetizar um trabalho e acha que não é bom o suficiente, está vendo como tem impacto? E não espere segunda-feira ou o dia primeiro, comece hoje. Comece agora mesmo.

 Torçam por mim que eu vou torcendo por vocês.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

@lumanunesblog No images found!
Try some other hashtag or username