FOTOJORNALISMO: CIDADE
16.05.2020

Oi, tudo bem? Esse post vai ser duas coisas: 1. um compilado de fotos que tirei para alguns trabalhos de fotojornalismo na faculdade e 2. um texto que escrevi para uma oficina de escrita que consistia em escrever sobre uma cidade como se ela fosse uma pessoa.

PRAIA DA GRACIOSA

Quente, muito quente, fervendo. Eu sou assim, ardente. Quem da minha água bebe, assume compromisso, o destino é traçado, de mim faz morada e nunca mais parte.

PRAÇA DOS GIRASSÓIS

Minha história é construída no presente, ainda não sei o meu prato favorito ou o que gosto de ouvir, mas recebo de braços abertos quem gosta de se aventurar. Só peço em troca que deixe um pouco de seus costumes: a ti quero provar.

Sou poesia pura. Me revisto de sol, me pinto com poeira vermelha e faço uma dança de frente para o lago que também me acalenta.

PARQUE CESAMAR

A noite meu fogo não apaga, mas ai é que mora a graça, todo mundo sai de casa e eu não me canso de brilhar.

Fotojornalismo foi uma matéria do quarto período da faculdade de Jornalismo.
E o exercício de escrita é do curso de escrita criativa da Clara Averbuck.
Espero que vocês tenham gostado.
Beijos e a até a próxima!

1 comentário

  • Avatar Luciana Nunes disse:

    Amei as fotos e referências no texto, essa é a cidade que eu amo. Parabéns!

  • Deixe seu comentário

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    @lumanunesblog [jr_instagram id="3"]